AVES DISPONÍVEIS » Preçário (Ver lista com fotos em Etiquetas)

  • - Incubadora Octagon 20 AdvanceEX PRO, como nova (serviu 1 vez), ainda na garantia » 300.00€ (+ portes)

Slideshow

sexta-feira, 5 de setembro de 2008

Evolução dum Lory Yellow-bibbed

A "Pingu" é uma fêmea Lory Yellow-bibbed, nascida em incubadora a 11/6/08.

Nome científico: Lorius chlorocercus

Origem: Ilhas Salomão

Tamanho: dependendo das fontes, de 28 a 33cm

Não existem sub-espécies do Lorius chlorocercus e que eu tenha conhecimento não existem mutações. Machos e fêmeas são iguais, portanto não há dimorfismo sexual nesta espécie. No entanto alguns criadores afirmam que os machos são ligeiramente maiores, e também há quem afirme que o anel de penas na extremidade das pernas, junto às patas, é de cor predominantemente verde nas fêmeas e azul nos machos.


As fotos que se seguem mostram a sua evolução desde os 16 dias de idade até ao presente.
Durante os primeiros 15 dias foi criada à mão pelo criador em casa de quem nasceu, desde então foi criada por mim até ao desmame com a Juvenile Formula da Harrison.

Tem agora 12 semanas e saiu da maternidade para 1 gaiola provisória com cerca de 10 semanas.
Desde então alimenta-se de Nectar para Loris (temporáriamente com Lory Diet, mas em breve deverá mudar para o Nekton-Lori) e de muita fruta (sobretudo maçã, pêra, meloa, papaia, manga) e legumes (bróculos, ervilhas, cenoura, batata doce, entre outros). Também aprecia um pouco de sementes germinadas (mistura da Versele-Laga para germinar, sem girassol, acrescida de outras sementes seleccionadas) e adora o chá preto descafeinado que lhe dou de vez em quando.
O chá ajuda a eliminar o ferro do organismo e segundo o conselho de peritos é uma boa forma de tentar evitar no futuro problemas como a hemochromatosis (ou doença da retenção de ferro no organismo, doença que atinge com bastante frequência os Loris alimentados à base duma dieta rica em ferro).

É uma mimada, muito brincalhona e difícilmente para quieta.

Nesta foto tinha 17 dias de vida:




Nesta tinha 24 dias:



Nestas 2 tinha 31 dias:





Com 38 dias:



Com 45 dias:





Com 51 dias:







Com 61 dias:









Aos 69 dias:







As mais recentes, desta semana, já com 12 semanas:








Tabela de evolução do peso da Pingu (do dia 37 ao dia 78) :

(criada com papa Exact da Kaytee do 16º ao 22º dia de vida; a partir daí e até ao desmame, com Juvenile Formula da Harrison; infelizmente não disponho de dados antes do 37º dia; a ave era pesada em geral após a última refeição do dia)

37º dia » 94g
38º " » 101g
39º " » 104g
40º " » 112g
41º " » 117g
42º " » 122g
43º " » 123g
44º " » 132g
45º " » 133g
46º " » 134g
47º " » 132g
48º " » 141g
49º " » 148g
50º " » 152g
51º " » 155g
52º " » 155g
53º " » 153g
54º " » 160g
55º " » 153g
56º " » 154g
57º " » 155g
58º " » 156g
59º " » 153g
60º " » 150g
61º " » 149g
62º " » 146g
63º " » 149g
64º " » 150g
65º " » 149g
66º " » 152g
67º " » 146g
68º " » 140g
69º " » 130g
70º " » 125g
72º " » 125g
74º " » 129g
75º " » 132g
76º " » 132g
78º " » 126g

Cerca de 1 mês depois, com 3 meses e 3 semanas pesava 143g.
Atinge o pico máximo aos 54 dias, com 160g, depois foi perdendo peso até estabilizar.
Para 1 fêmea desta espécie está dentro dos padrões.
Em comparação, o macho Big-Boy atingiu o pico máximo de peso aos 42 dias, com 184g.
O peso dum Yellow-bibbed adulto pode variar entre 125/130g até 170/180g. Os machos são geralmente um pouco maiores, mais corpulentos e mais pesados.
Tanto no caso da fêmea como do macho ambos começaram desde cedo a comer néctar e fruta, além da papa de criação. No caso da Pingu a partir do 69º dia só já tomava 1 pequena refeição de papa à noite. Durante o resto do dia a papa foi gradualmente substituida por néctar e mais variedade de fruta, assim como alguns legumes.

7 comentários:

Greenman disse...

Uau!
A última foto está fantástica!!
Muito bem apanhada!!
:-)

Zé Santos

Adolfo disse...

Olá Zé,

Foram preciso 5 ou 6 para conseguir esta... :-)
Mas com tempo e paciência ainda lhe hei-de tirar 1 melhor doutro ângulo, porque nesta não lhe faz inteiramente justiça, e há muito mais cores por baixo das asas.
Obrigado.

Adolfo

Pedro Duarte disse...

boas...
parabéns, parabéns e parabéns!!!
essa teimosia saudável sim!!
fico mesmo muito contente que tudo tenha corrido bem desta vez!
ps: desculpa não ter respondido ao mail, mas nessa altura não respondi a nenhum.... não havia cabeça pra isso. força!!

Adolfo disse...

Olá Pedro,

Obrigado.
Pois, esta Pingu ("mana" do Grumpy, por sinal) é duplamente mimada, uma incansável brincalhona e uma traquinas que é preciso ter debaixo de olho em permanência, porque já reparei que os Loris não medem o risco (pelo menos enquanto jovens).

Adolfo

Anónimo disse...

olá!

encontrei o seu blog numa das minhas pesquisas relacionadas com psitacídios. Sou fascinada por estes animais,e vê-se que tem uma relação com os seus amigos de bico curvo mt boa! Penso adquirir daqui a alguns meses uma ave mas ainda não me decidi em relação à espécie que quero, gostava que ele viesse para mim a comer papa com 5 ou 6 semanas mas depende da disponibilidade q tiver, tenho q pensar bem, deixe-me que lhe diga que os seus loris me deixaram impressionada pq têm umas cores fantásticas! Eu tive um papagaio do senegal(uma menina) durante 10 anos ou mais e também guardo excelentes recordações, comprei-a já adulta mas consegui domesticá-la, era um animal que aprendeu mts truques, realmente não são prodigiosos a imitar sons mas são extremamente inteligentes, o suficiente para aprender a sair da gaiola sozinha e ligar a TV(realmente a minha fazia isto;)).
Também tive um Quaker que era um imitador melhor que o papagaio do Senegal mas não o consegui domesticar tão bem, talvez porque também não passei tanto tempo com ele.

Parabéns pelos seus animaizinhos q são lindos!!

espero um dia poder dedicar-me à criação, mas neste momento o máximo q posso ambicionar é escolher um animal para poder dar-lhe toda a atenção necessária.


Cláudia Mendes Barreiro

Anónimo disse...

Já agora deixo um filme muito giro de uma catatua que já se tornou famosa pelos seus dotes de dançarina, vale apena ver:

http://www.youtube.com/watch?v=1j_fxs8mUcQ

Cláudia Mendes Barreiro

Adolfo disse...

Cláudia,

Obrigado pelo seu comentário.

Quando nos queremos dedicar só a 1, com tanta escolha e tantas opções, compreendo perfeitamente que a escolha se torne difícil :)

Também é, além de outras razões, um dos motivos que me fascina na maioria dos loris, as cores. Sobretudo associadas ao movimento (a minha Pingu às vezes parece que fica meia-frenética, e literalmente salta creio que para exprimir a alegria :)

Adolfo