AVES DISPONÍVEIS » Preçário (Ver lista com fotos em Etiquetas)

  • - Incubadora Octagon 20 AdvanceEX PRO, como nova (serviu 1 vez), ainda na garantia » 300.00€ (+ portes)

Slideshow

sábado, 18 de dezembro de 2010

Lorius chlorocercus

"Long time no talk..."

Pequeno update após um longo período sem postar mensagens ou fotos.

Aí ficam então algumas fotos recentes do Big Boy e da Pingu. Estão agora com cerca de 2 anos e meio. Curiosamente (ou talvez não) ela é mais dada a bicadas (felizmente fica-se pelas tentativas na maioria dos casos pois conhecendo-a bem, e sabendo ler a expressão corporal e comportamental dela, atitude, postura, sinais, evitam-se com antecedência eventuais bicadas) do que ele.
É possível que tal como noutras espécies (incluindo mamíferos) sendo fêmea, esteja a atingir a maturidade mais cedo do que o macho (ele tem menos 3 meses do que ela, mas não me parece significativo pois ela há 3 meses atrás, e seguindo o mesmo raciocínio, já era de qualquer forma mais madura do que ele) e esteja agora a atravessar uma fase rebelde da adolescência!

Senão, embora ambos sejam dos psitacídeos mais palradores que conheci, ambos excelentes imitadores, ela parece ser ainda mais dotada do que ele, sobretudo nos assobios. E ouvi-los a assobiar partes do tema do filme "A Ponte do Rio Kwai" é espectacular! Como também é de morrer a rir quando, neste caso sobretudo ele, repete "espera aí", quando mo ouve dizê-lo ao pendurar os recipientes de comida na gaiola, com ele (ela regra geral só vem depois) a querer saltar para cima do recipiente antes de eu o ter correctamente colocado. Ou, neste caso sobretudo ela, repetir "bye! bye!", intencionalmente, quando por qualquer razão quer que eu me afaste da gaiola! Ou ambos a gritarem "Pingu", com o tom tornando-se cada vez mais agudo, quase um chamamento desesperado, à medida que o vão repetindo, quando me querem chamar!... Porque, aparentemente, é o nome que me puseram!...

O macho:






O casal. Provávelmente a romã é a fruta preferida. Mas além dos gomos da fruta adoram a casca do fruto. Pegam em pedaços da casca, bicam para retirar um pouco, e esfregam o corpo e as penas. Às vezes esta actividade parece excitá-los ainda mais do que os Loris já são por natureza. Nesta série de 4 fotos abaixo, tinham posto um pedaço de casca de romã no bebedouro, ele a comandar, como sempre, segurando o pedaço de casca com as garras, debicando, e depois esfregando as costas, e a seguir deliciar-se com a aparente sensação de prazer que isto lhes parece trazer. Ela neste caso só observa, e aguarda a sua vez, porque ele é sem qualquer dúvida o líder do casal:









De novo o macho, verdadeiro palhaço: